Entrevistando…7

Ronnie, nasceu e cresceu no interior, mas foi quando veio para Belo Horizonte e descobriu a revista Allure que se apaixonou pelo universo da maquiagem! Hoje, trabalha e mora em Nova York, voltando sempre para fazer a temporada de catálogos aqui!

FN – Como você começou?

RP- Acho que na verdade começaram pra mim! Era fascinado com inglês e comecei a estudar sozinho, trabalhava em uma livraria e comecei a traduzir todas as entrevistas da revista Allure, a única do setor que realmente ensina alguma coisa! Dai, como vim de uma numerosa família de mulheres, todas meio viciadas em makeup and hair, foi um pulo eu começar a usar os produtos que as tias revendiam, Natura na época, eu acho! Isso há exatos 18 anos atrás!

FN – O que te atraiu na moda?

RP – A moda sempre esteve presente na minha família, na década que nasci meus avós costuravam pra pessoas influentes e meu tio era um artista que estava ficando famoso como cantor e como estilista, isso no Rio de Janeiro! Pra mim que era de uma cidade mega atrasada como Montes Claros, era um fascínio insuperável! Uma outra tia (são mais de 15) possuía uma Maison muito bacana na cidade e sempre promovia desfiles (a coisa que mais amo fazer). Mas o que mais me fascina na moda é a produção de imagens de revistas como, Vogue Itália, Número (francesa) e ID (inglesa).

FN – Quais maquiadores você admira e mais te inspiram?

RP – Meu mentor foi Kevin Aucoin, tudo o que sei devo a ele (era obsessão mesmo) e hoje tem Pat Mcgrath, Alice Gendrih.

FN – Como é seu processo criativo?

RP – Bom, geralmente quando tenho que trabalhar o comercial a gente meio que usa a referência que o cliente quer mesmo principalmente aqui em Belo Horizonte, em NY os fotógrafos gringos que trabalhei me mostram sempre imagens antigas (geralmente da década de 80 ou 70) nunca copiamos o que ta atual lá e sempre pedem uma releitura (melhor assim eu acho ) mas quando tenho de fazer fotos que geralmente não serão comerciais adoro usar as imagens que estão na minha cabeça mesmo, cato sempre referências das ruas, tiro fotos das pessoas no metro e andando comigo sempre esta meu pequeno livrinho que desenho coisas as vezes sem sentido, criando sempre mini editoriais de beleza na minha cabeça!

FN – O que de fazer no você gosta seu tempo livre?

RP – Bom, quando estou em BH não tem tempo livre mas em NY adoro andar e ficar lá no Metropolitan, olhando obras de arte! Já passei um dia todo olhando apenas uma ala!  E a noite sou sempre baladeiro, amo música e adoro dançar!

FN – 5+ :lugares para ir em NY!

RP – Greenhouse (balada gay aos domingos) não perco por nada nem por ninguem

Santos (o deputamadre de NY) o melhor house music eu dancei lá (o lugar e hetero)

Metropolitan Museum (sempre e pra sempre)

CENTRAL PARK AOS DOMINGOS NO VERÃO

JPan no Brooklyn ( o melhor japonês que existe na minha opinião)

 

para ver mais do trabalho do Ronnie acesse: www.ronniepeterson.com.br e o dripbook!

 

por amaaandaaa


1 comentário

Arquivado em Entrevistas do Fashion Notebook

Uma resposta para “Entrevistando…7

  1. Pingback: Fashion Notebook «

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s